segunda-feira, 10 de novembro de 2014

A minha jornada com Naruto

Olá pessoas!
Mês movimentado esse, hein? Como se não bastasse termos Numenera e FATE em financiamento, um dos mangás mais expressivos da atualidade chegou ao fim neste dia 5. E é claro que estou falando de Naruto. Tendo iniciado em 1999 e publicado pela famigerada Weekly Shonen Jump, a criação máxima de Masashi Kishimoto nos fez companhia ao longo destes 15 anos, trazendo-nos muitas alegrias e desapontamentos. Naruto fez parte da minha fase de jovem adulto e, mesmo sendo uma obra prioritariamente para crianças e adolescentes, foi impossível não ser influenciado. E é com o intuito de falar um pouco da minha jornada com Naruto que escrevo hoje.

Eu comecei a assistir Naruto acho que lá pelos anos de 2005, o que dá quase uns 10 anos. Influenciado por amigos, resolvi dá o braço a torcer e ver este estranho mundo dos Animes, pois na época eu só conhecia o que havia visto na rede Manchete e SBT (CDZ e Dragon Ball), ou seja, quase nada. Foi então que meu queixo caiu. Eu não sabia que existia aquele universo japonês de animação e dai foi ladeira abaixo. Foi muito fácil começar a ler o mangá e depois ver outros animes. Hoje tenho plena certeza que Naruto nem de longe é tão bom quanto algumas obras que já tive o prazer de ler ou assistir, mas não dá pra desconsiderar a sua importância e influência neste cenário.


Mas o que tornou Naruto algo tão importante para mim nestes anos foi o fato dele ter sido responsável pela mudança de rumo que tomei como RPGista. Muitos dos leitores que vem a este blog o fizeram inicialmente atrás dos meus trabalhos adaptando Naruto para 3D&T e BESM, e ainda o fazem até hoje mesmo eu já tendo largado a mão. De fato, tudo isso começou porque um dia fui apresentado a duas pessoas que hoje são grandes amigos meus e para os quais se propôs eu narrar um RPG de Naruto. Antes eu não tinha um grupo e nem perspectiva de continuar jogando RPG, mas com este primeiro RPG de Naruto em 2007 eu não apenas continuei no hobby como hoje coleciono textos por toda a net RPGística. Hoje eu não apenas mudei a minha forma de jogar e narrar, mas também pude conhecer muitas coisas e pessoas, tudo devido meu hobby. Estou até tentando criar o meu próprio sistema com fortes influências de Anime (desta vez é pra valer)!

Em sua jornada de amadurecimento para se tornar um shinobi lendário e lembrado por todos, e não apenas mais um Hokage, Naruto me ajudou bastante. Em cinco anos eu narrei a bagatela de 5 RPGs usando o cenário e minhas adaptações, um deles pela net inclusive e que foi o responsável pela criação do Naruto 3D&T Alpha. O único arrependimento que fica com o final desta saga é não ter podido ajudar no grandioso projeto de atualização da adaptação, que tinha tudo para dar certo, mas acabou morrendo na praia. Ao menos ainda consegui o bônus de criar uma pequena adaptação para Savage Worlds e atualizar a versão para BESM, simplificando-a bastante. E são esses os presentes que deixo para vocês, leitores.


Por tudo isso, minhas palavras finais para esta obra não podiam ser outras:
“Arigatou gozaimasu... Naruto-kun”.

Até and bye...