terça-feira, 17 de setembro de 2013

Tsuchi Monogatari: Livro 2 – Mudança #03 (Fim)

Olá pessoas!
Chegamos ao fim deste grande RPG. Após 10 sessões de muitas batalhas, superação e vilões emblemáticos, este foi de longe um dos jogos em que mais me dediquei e mais tive prazer ao narrar. Praticamente fiz a ficha de todos os NPCs de destaque desta trama, inclusive os aliados, o que para mim é muita coisa (odeio fazer fichas). Todos os jogadores vieram, mas Joka infelizmente teve que cair fora mais cedo. Mas, para compensar, tivemos o convidado especial Away controlando o poderoso e carismático Sir. Coxinha. Mas chega de papo, pois é hora do último confronto!

REVELAÇÕES (ARCO DE WUWEI – PARTE 1)
Após a fuga de Beihai, deixando o feiticeiro imortal Ta-Ren para trás, Hitare (Joka) recolheu-se aos seus aposentos. Durante a exploração da torre maldita do necromante, ele reviveu todos os fatos do seu passado que havia esquecido. O choque ao saber que ele fora Zabodi e todo o mal que causou àquelas pessoas o forçou a pensar durante alguns dias, ao mesmo tempo em que buscava na leitura do Pergaminho Proibido roubado uma forma de se redimir e destruir a maldição rogada pelo seu antigo eu maligno através dos Tenbu Hörin. Após dois dias, ele acabou por descobrir muito mais do que esperava.

Sul do Império da Terra. A Província de Iônia.

Mestre Roshi finalmente retornou a tripulação, uma vez que a barreira maligna da cidade ficou para trás. Foi quando Hitare saiu de seus aposentos e contou o que descobrira. Em seus séculos de acúmulo de conhecimento, Ta-Ren descobriu verdades ocultas do mundo e as anotou no seu original do Pergaminho. Ele contava no livro que o mundo de Aria fora criado por 7 Deuses Dragões, e que eles criaram duas raças para povoá-lo: os ryuuji (seus descendentes diretos), e os feéricos (os servos da magia). Após esgotarem seu poder mágico criando Aria, através da canção da Magia Primordial, os deuses foram dormir em cantos espalhados do mundo até recuperarem a sua força. Por milênios as duas raças coexistiram em paz, até que um dia surgiram os humanos de forma misteriosa. Sem demora os feéricos e os humanos começaram a se relacionar, a contragosto dos ryuuji, gerando assim duas semi-raças: os kemonos (com traços animalescos), e os hengeyokais (capazes de se transformar em híbridos; licantropos).

Foi então que surgiu Hadlar. Sendo um feérico nefasto, ele sempre desejou poder, mas foi banido pelos seus iguais pelos seus crimes. Entretanto, em seu exílio, ele descobriu uma forma de reescrever parte da Magia Primordial usada pelos deuses para criar Aria. Assim, por ódio aos da sua própria raça, ele tornou todos os feéricos em monstros que o serviriam sem questionar, criando a raça dos mazoku e extinguindo os feéricos do mundo. Para conseguir tamanha façanha, ele coletou um pedaço do corpo imortal de cada Deus Dragão e com eles criou os 7 Tenbu Hörin. Desta forma, a única maneira de romper o ciclo de maldições seria revertendo a maldição para libertar o poder maligno dos Reis Infernais e usando seu poder para destruir os Tenbu Hörin. De posse de tal informação, os heróis seguiram para Wuwei a fim de obter o último dos orbes.

Jax, o faz tudo do navio
ARVOSA (ARCO DE WUWEI – PARTE 2)
Wuwei era de uma pequena vila localizada no extremo leste da Província de Iônia. Entretanto, a cidade estava fervilhando de gente dado o anunciado Grande Torneio de Artes Marciais. Logo que o navio Leviatã atracou na cidade, Lina e sua tripulação de despediram dos heróis, desejando-os sorte nas disputas. Entretanto, quem mais chamou a atenção foi Jax, o faz tudo, que saiu do navio assim que atracou. Os heróis então partiram para falar com Lin Yona, a líder da Ordem do Sol Ascendente que estava na cidade para reforçar a segurança do torneio, a fim de explicá-la sobre o que sabiam. Lá eles se reencontraram com Sir Coxinha (Away; participação especial da noite), enquanto que Mestre Roshi seguiu para falar pessoalmente com Yona.

O grupo seguiu para fazer as inscrições, e Shin (Leish) aproveitou para apresentar Poppy (Nachos) e Hitare ao amigo ogro, ao mesmo tempo em que o deixou a par de tudo o que descobriram. Após muito papo e se inscreverem, eles foram comer alguma coisa. Foi então que Matamune (TL) acabou trombando com uma pequena garota ryuuji. Ela adorou o gatinho, mas logo seus guarda-costas pediram para que seguissem em frente. A garota assentiu e se despediu do grupo, mas não sem atrair a atenção do gato, que resolveu averiguar quem de fato ela era. Ao entrar no acampamento ryuuji furtivamente, Matamune ouviu uma conversa da garota misteriosa com Jax, descobrindo que ela era na verdade Arvosa, a 3ª Rainha Escarlate da Nação das Chamas, e que havia amaldiçoado o faz tudo do Leviatã a sua atual forma humana. Ao ouvir que ela tinha planos para o torneio, Matamune correu para avisar seus amigos, deixando-os em prontidão.

HADLAR (ARCO DE WUWEI – PARTE 3)
Ishida Mitsunari
O torneio finalmente começou e os heróis não tiveram dificuldades em superar seus adversários. Então houve as disputas esperadas entre rivais: Kurosaki Shin e Ishida Mitsunari (o shinobi de luz); Sir Coxinha e seu irmão Burnkvar (duelo de ogros); e Poppy contra Matamune (duelo de kemonos. Foi divertido ver a disputa entre a melhor FA e FD da mesa, até eles desistirem de tentar ganhar um do outro). Os heróis saíram vencedores sobre seus rivais e avançaram para as semifinais (com a desistência de Poppy e Matamune, nenhum deles passou para a próxima fase), onde a primeira luta foi entre Ryuuma, o filho da rainha Arvosa, contra o estranho mazoku Shineji. A luta foi dura para ambos, mas Ryuuma aplicou um golpe vencedor. Quando todos pensaram que Shineji havia morrido, ele se levantou e se transformou num monstro terrível que atacou cruelmente Ryuuma. O príncipe ryuuji estava para ser devorado pelo monstro quando Poppy e Arvosa intercederam. Foi então que o mundo ruiu.

A escuridão tomou conta da cidade e fez surgir centenas de monstros mazoku. O exército de Lin Yona se mobilizou para defender os espectadores enquanto que, dentro da arena, o maior de todos os inimigos se materializou: Hadlar. O rei mazoku em pessoa veio a Wuwei e, sem piedade, matou o Ryuuma para a fúria de Arvosa. Ele veio tomar para si o último orbe dos Tenbu Hörin e despertar o poder supremo para que, enfim, possa dobrar o mundo a sua vontade. Os heróis e Mestre Roshi desafiaram o monstro, enquanto que Arvosa começou a conjurar sua magia mais poderosa para se vingar de Hadlar. A batalha foi terrível e rápida, pois Hadlar era impossível de ser parado (escala sugoi com 35 pontos!). Até que a rainha escarlate conjurou sua Morte Estelar na arena, usando a magia não apenas para destruir Hadlar, mas também para apagar todo o Império da Terra e seus humanos. Hadlar tentou suportar a força catastrófica da magia, Lin Yona apareceu de repente atacando Arvosa para impedi-la, mas foi apenas com o sacrifício de Mestre Roshi que o poder não destruiu tudo.

Hadlar, o rei mazoku
Uma grande cratera resultou da explosão da magia, matando os mazoku e as pessoas que estavam na arena, quase destruindo toda a cidade. Os heróis permaneceram milagrosamente vivos e viram o sacrifício que Mestre Roshi fez para salvá-los, tendo se tornado uma estátua sem vida. Yona estava inconsciente e Arvosa desaparecera. Os Tenbu Hörin se tornaram pedra, estando vulnerável a reversão mágica que Hitare começou a fazer imediatamente. Mas Hadlar se ergueu dos escombros, furioso e vivo. A magia de Arvosa não o destruiu por completo, mas sua aura imortal sim (perdeu a escala sugoi), tornando-o vulnerável ao poder dos heróis. Mas o rei mazoku ainda tinha seus truques na manga, revelando sua verdadeira forma e começando a maior e mais terrível batalha do jogo. A cada rodada Hitare destruía um Tenbu Hörin e revertia parte da maldição, para o desespero de Hadlar. Enquanto isso, os heróis protegiam Hitare e lutavam como podiam contra o monstro. Despois de seis rodadas desesperadoras e com apenas Poppy e Sir Coxinha de pé, eles finalmente conseguiram destruir Hadlar. E, usando a espada sagrada de Lin Yona, já que Hitare havia caído inconsciente, eles destruíram o último dos Tenbu Hörin e expurgaram a maldição de Hadlar do mundo. As almas presas pela magia perversa foram libertadas e todos os mazoku voltaram a sua forma original como feéricos.

O mal que perdurou por 600 anos fora destruído. A grande Mudança se fez e o mundo de Aria finalmente retornou ao normal. Nossos heróis foram honrados pela sua vitória, enquanto que Mestre Roshi e Lee Sin assistiam tudo em paz.

FIM