domingo, 6 de julho de 2014

One Piece: Caçadores #05 (Pwill)

Olá pessoas!
Já faz algum tempo desde a última postagem, né? A vida anda ocupada, mas casou de ser durante o recesso do RPG (mais por força das férias que de fato pela Copa, garanto). A sessão de hoje traz o encerramento do Arco de Pwill, mostrando a batalha derradeira contra Greyback e a frustração dos planos do vilão. Entretanto, muitas pontas ainda ficaram soltas, como poderemos ver a seguir.



ARCO 03 - PWILL (Final)
A FÚRIA SOB A MONTANHA (6ª Sessão)
Colors, o demônio das cores.
Sendo forçado a fugir, Greyback aumentou sua fúria com relação aos caçadores. Para sua sorte, porém, ele havia capturado Miss Pink, Yuri e Dash, esperando usá-los como refém para destruir o restante da tripulação. Precisando ajudar seus nakamas, D. Ten (Leish) e Jax (Joka) começaram a pensar em como agir. Entretanto, sem saber por onde começar, os dois caçadores tiveram que recorrer a ajuda dos yordos, falando com o chefe deles, Rumble. Vendo nos caçadores mestres potencialmente melhores, Rumble mandou que dois de seus ajudantes, Teemo e Ziggs, acompanhassem-nos pelos túneis, indicando o caminho correto para onde desejavam ir. Antes de despachá-los, ele explicou que no topo do vulcão se encontravam as celas, um andar abaixo do escritório do chefe. Já no subterrâneo se encontrava a arma secreta de Greyback, que a estava sendo construída desde que o pirata chegou na ilha. Com esta notícia, os caçadores decidiram se dividir.

Yuri (TL) acordou com um banho de água fria. Ele estava acorrentado e nu, pendurado do teto e sobre uma perigosa farpa de madeira bem afiada. Assustado, ele viu quem o estava torturando: Mr. Black. Cegou de raiva por ter sido humilhado para um garoto, o sádico espadachim começou a ameaçar Yuri, tentando amedrontá-lo. Mas, mantendo a sanidade no lugar, o garoto conseguiu espertamente apelar para a parca honra de Black a fim de enfrentá-lo como se deve. Os dois então começaram um duelo na cela, sendo interrompidos apenas com a chegada de Jax e Teemo, que vieram ao resgate. Preso sobre uma cama na mesma cela estava Dash (Bulba), que acordou após a ajuda de Jax. Sozinho, Yuri novamente conseguiu derrotar o espadachim, e mais uma vez o deixou pelado antes de partir. Devido o grande cansaço acumulado, o grupo decidiu descansar ali antes de seguir em frente e pensar em como resgatar a ainda desaparecida Miss Pink.

No subsolo, D. Ten ficou abismado ao contemplar a arma secreta de Greyback. O pirata de fato ocupou bastante o tempo dos yordos e do restante da sua tripulação, que juntos construíam um navio de guerra gigantesco e cheio dos mais incríveis mecanismos de engenhosidade yordo. Mas, antes de partir para destruir tudo, ele foi abordado pelo projetista do navio: Hermidinger. O velho yordo levou Ten ao seu esconderijo para que descansasse antes de sua empreitada e a fim de lhe ajudar. Ele o contou a história de seu povo, onde sempre foram escravos dos prazeres do Governo Mundial, que usavam a ilha para extrair os mais diversos minérios. Entretanto, há pouco mais de um ano os antigos mestres não vieram mais, devido a escassez do minério mais procurado na ilha: o Kairouseki (ou “Pedra do Mar”, que drena a força dos usuários de Akuma no Mi). Assim, seis meses antes, Greyback e sua tripulação aportaram e começaram a escravizar um povo já acostumado e ansioso por ser escravizado. Sem saber como libertar seu povo e si mesmo deste ciclo de escravidão, Hermidinger pediu ajuda a D. Ten para que os ajudassem.

Recuperado, D. Ten pôs seu plano em prática: usando os explosivos que Ziggs fizera e Hermidinger escondera, ele praticamente fez uma árvore de natal com o navio. E, sem perder tempo antes que todos voltassem ao trabalho após dormirem, explodiu o navio, afundando os planos de Greyback. A explosão ecoou por todo o vulcão, chamando a atenção de aliados e inimigos, que vieram correndo. Logo o que sobrou do hangar virou uma zona de guerra, onde Mr. Brown, Mr. Black (recuperado), Greyback e sua tripulação lutavam contra Yuri, Jax e Dash, enquanto que D. Ten seguia para o escritório a fim de salvar Miss Pink, fugindo antes que qualquer um o percebesse. Já no escritório, Pink estava sendo vigiada por Mr. White, que teve um “duelo de insultos” com D. Ten, sendo vencido e humilhado pelo caçador com uma ajudinha final de Pink. Com pressa, D. Ten lembrou que eles precisavam do log pose dos piratas para sair da ilha, uma vez que o deles ainda demoraria 1 ano para se acostumar com o polo magnético de lá. Entretanto, num surto de estupidez desmedida, ele atirou o cofre onde estava o instrumento do último andar do vulcão, uma vez que não tinha força suficiente para carregá-lo e nem a senha para abri-lo. Esquecendo a besteira que fez no calor do momento, ele e Pink saíram da sala e foram atrás dos outros.

A batalha no subsolo foi tensa, onde Black quase matou a todos com seu ataque especial, desmaiando em seguida. Vendo que não poderia ganhar, Mr. Brown carregou Greyback consigo até o centro do vulcão, onde foram cercados por D. Ten e Pink. Entretanto, Colors e Miss Purple surgiram para ajudar o vilão, que começou a insultar a todos devido sua fúria crescente. Simplesmente não aturando mais aquilo, e com a ajuda das palavras de D. Ten, Mr. Brown desistiu de ajudar Greyback, deixando-o ainda mais furioso. Humilhando seus aliados restantes, ele os pegou desprevenidos e roubou os poderes de suas Akuma no Mi, tornando-se ainda mais ameaçador e revelando a verdadeira natureza do seu poder (ele rouba a energia das coisas e de Akumas no Mi por um tempo, podendo acumular até dois poderes por vez). Entretanto, ele não esperava que Jax tivesse consigo uma das corretes de Kairouseki que prenderam Yuri nas celas, sendo derrotado facilmente (para a minha frustração como narrador que queria vê-lo explodir o vulcão nesta batalha. Mas tudo bem, pois os jogadores foram bem criativos na hora de resolver o problema de um adversário intocável e antes que também se tornasse invisível).

Vilão derrotado e seus planos frustrados, os caçadores finalmente puderam descansar. Entretanto, os yordos que assistiram toda a batalha passaram a vê-los como seus novos mestres. Vendo que aquilo poderia virar um grande problema, D. Ten fez um discurso estupidamente inspirador sobre liberdade e responsabilidade, e o que os yordos tinham muito mais a ganhar sendo mestres de si mesmos (o cara tirou 7 sucessos num Desafio de Dif. 5! Haja cagada!). Satisfeitos e vendo que teriam que mudar radicalmente suas atitudes, os yordos aceitaram os caçadores como amigos, festejando com eles durante os três dias que se seguiram.

Greyback, o "mancha negra" ou "presas de ferro"

Eles prenderam Greyback, Miss Purple (que descobriram ser a pirata Alvida) e Colors, e descobriram que Mr. Black se matou, humilhado, mas tendo matado antes Mr. Green (o atirador) e Mr. Red (o bárbaro). Os yordos ajudaram os caçadores a organizar a T.A.R.D.I.S., tornando-o um navio mais robusto e equipado (dois canhões novinhos). Mr. Brown surgiu um dia após a batalha e pediu desculpa a todos que prejudicou, jurando ficar na ilha com os yordos a fim de ajudá-los no que pudesse. Já Mr. White e os demais piratas se renderam e imploraram para apenas sair da ilha, pois gostariam de voltar aos seus lares e não mais ser piratas. Por fim, os caçadores ainda ajudaram a encontrar os pais perdidos de Poppy e Ziggs, que foram banidos após tentarem se rebelar contra Greyback.

O mais bizarro, porém, ocorreu na madrugada do último dia deles na ilha, onde uma criatura feita inteiramente de lava surgiu apenas para D. Ten, Dash e Jax, agradecendo-os profundamente por terem ajudado o seu povo e libertado a ilha de sua maldição escravista, deixando um Eternal Pose como presente. E, ao acordarem no dia seguinte, a ilha teve seu primeiro dia de sol em gerações, não havendo mais cinzas nem no céu e nem no vulcão. Tudo finalmente estava em paz.

* * * * *

E é isso pessoal! Eis que o arco teve finalmente o seu fim. Dava pra encerrar o RPG ai, com um final bonitinho que nem esse, né? A parte das amarrações de pontas soltas descrita acima ocorreu de fato entre o final da 6ª e início da 7ª sessão, pois muita coisa ficou por ser explicado. Assim, na próxima postagem o texto será menor e mais objetivo. Quaisquer dúvidas é só perguntar nos comentários.

Até a próxima, caçadores!